tristeza portuguesa concerteza

4 November 2007



Soneto

É preciso saber porque se é triste
é preciso dizer esta tristeza
que nós calamos tantas vezes mas existe
tão inútil em nós tão portuguesa.

É preciso dizê-la é preciso despi-la
é preciso matá-la perguntando
porquê esta tristeza como quando
e porquê tão submissa tão tranquila.

Esta tristeza que nos prende em sua teia
esta tristeza aranha esta negra tristeza
que não nos mata nem nos incendeia

antes em nós semeia esta vileza
e envenena ao nascer qualquer ideia.
É preciso matar esta tristeza.


Manuel Alegre
in Praça da Canção


mas não é verdade?

3 comments:

Anonymous said...

Essa interrogação tem algo de incerteza, o que do meu ponto de vista é lógico. A tristeza, e os seus estados, interligados com o subconsciênte de cada um de nós, não são mais que um refúgio. Isso leva-nos ao isolamento, para nos podermos confrontar com os nossos medos, os nossos receios, as nossas fraquezas, etc., isolando-nos de tudo e de todos. Cabe a cada um combater as suas tristezas, sozinho, ou com a ajuda de quem é próximo.
13u

Anonymous said...

Essa interrogação tem algo de incerteza, o que do meu ponto de vista é lógico. A tristeza, e os seus estados, interligados com o subconsciênte de cada um de nós, não são mais que um refúgio. Isso leva-nos ao isolamento, para nos podermos confrontar com os nossos medos, os nossos receios, as nossas fraquezas, etc., isolando-nos de tudo e de todos. Cabe a cada um combater as suas tristezas, sozinho, ou com a ajuda de quem é próximo.
Ou então nem sequer a combater, pois também temos o direito de sermos reais, e viver com a tristeza. Ela é fruto de uma realidade de coisas ligadas aos sentimentos, dos quais não nos queremos libertar.
Não matem os sentimentos. 13u

Costinha said...

mesmo assim acho que perdemos demasiado tempo com as nossas tristezas em vez de o gastar-mos com as nossas alegrias...o estado de estar triste só nos serve para roubar tempo, tempo esse que podia ser gasto em momentos alegres...ninguem é totalmente feliz por isso mais vale ter isso presente e saber aproveitar o melhor que a vida nos pode dar sem gastar o tempo em melancolias que não nos vai levar a lado nenhum a não ser a estado de imobilidade fisica e mental que não é saudavel a ninguem...mas isto sou só eu a dizer quem sou eu para opinar sobre este, ou outro, assunto...